sexta-feira, 8 de Março de 2013

A lebre e a Tartaruga


Certo dia a tartaruga procurou a lebre lhe propôs:
- Vamos apostar qual de nós duas vencerá uma corrida? Aposto que serei eu, apesar de você ser tão ligeira.
A lebre aceitou na hora aquele desafio, e por isso as duas combinaram o valor da aposta e depois se posicionaram no ponto de partida. Autorizada a largada, a tartaruga começou a caminhar lentamente, enquanto a lebre, sentindo-se envergonhada por estar disputando uma prova aparentemente tão desigual, deitou-se e dormiu um pouco.
Logo depois ela acordou, observou de que lado soprava o vento, comeu alguma coisa, verificou que a tartaruga ainda estava longe da linha de chegada, descansou mais um pouco, voltou a pastar, e quando percebeu que a sua concorrente estava chegando ao final da prova, finalmente se pôs a correr. Nesse momento a tartaruga acelerou os seus passos e cruzou a linha de chegada em primeiro lugar. Depois de receber a aposta combinada, ela comentou com uma amiga:
- Acredito que a lição de hoje tenha ensinado a lebre a não mais fazer pouco dos outros.
Moral da história: Não basta a alguém ser capaz de conseguir alguma coisa, se não se esforça para isso. Daí que os mais fracos jamais devem ser desprezados, pois um anão acordado pode matar um gigante adormecido.
Baseado em uma fábula de La Fontaine.

 
 

Sem comentários:

Enviar um comentário